A Norma Regulamentadora NR-17 determina alguns procedimentos a serem adotados com a intenção de propiciar que as atividades desenvolvidas nas empresas sejam mais ergonomicamente adequadas.

A Análise Ergonômica é um dos mecanismos utilizados para alcançar esse objetivo. De acordo com a NR, o empregador deverá realizar a Análise para viabilizar a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores.

O objetivo é fornecer parâmetros legais e técnicos, considerando-se as condições de trabalho. Incluem aspectos relacionados ao levantamento, transporte e descarga de materiais, mobiliário, equipamentos e às condições ambientais do posto de trabalho e à própria organização do trabalho.

Na Análise estarão descritas informações sobre: características de cada setor do estabelecimento, máquinas e equipamentos instalados, funções exercidas e trabalhadores expostos, caracterização das atividades desenvolvidas, medidas de controle e proteção utilizadas, reconhecimento e avaliações dos riscos ambientais existentes, bem como, observações e recomendações pertinentes.

Esse relatório pode ser elaborado por qualquer profissional que tenha o conhecimento sobre o assunto, pois a Norma não menciona quem pode elaborar. No entanto, os profissionais mais indicados são os Ergonomistas e os Engenheiros de Segurança do Trabalho.

Nos últimos anos, houve um aumento considerável nas doenças ocupacionais relacionadas a riscos ergonômicos, tais como: tendinite, tenossinovite, bursite e lombalgias.

Esse aumento tem gerado uma necessidade cada vez maior das empresas possuírem e manterem atualizadas as Análises Ergonômicas.

Os auditores fiscais têm cobrado a Análise Ergonômica frequentemente, tendo em vista que ela é o documento mais completo para retratar os riscos ergonômicos e apresentar as medidas que a empresa adotou ou que consta em seu planejamento para adotar.

Uma Análise Ergonômica bem elaborada constitui-se em uma forte defesa para aquelas empresas que estão oferecendo os meios necessários para evitar as doenças ocupacionais relacionadas a riscos ergonômicos.

1
Olá, como podemos te ajudar?
Powered by