O segmento de Call Center é um dos que mais contrata no Brasil, sendo a grande maioria formada por mão de obra terceirizada.

Consequentemente é também um dos ambientes de trabalho que mais geram doenças ocupacionais.

 

Pesquisas indicam que o setor de Telemarketing emprega cerca de 1,5 milhão de trabalhadores, sendo que 72% são mulheres e 84% possuem idade entre 18 e 29 anos.

 

Mas você sabe realmente quais são os principais problemas ocupacionais nas empresas de Call Center?

 

Vamos iniciar pela atividade causadora da Perda Auditiva Induzida por Ruído (PAIR), o atendimento telefônico. Nesse ambiente é comum que os trabalhadores utilizem headsets durante toda a jornada de trabalho. O alto volume de conversação e a falta de equipamentos de qualidade podem ocasionar a necessidade do uso de aparelhos auditivos e danos irreversíveis.

 

A constante alimentação de dados nos computadores também podem causar doenças, como por exemplo a Lesão por Esforço Repetitivo (LER/DORT). Se não houver ações preventivas, os trabalhadores podem desenvolver uma tendinite ou até mesmo perder o movimento e a força das mãos.

 

Geralmente este ramo estabelece também o cumprimento de metas pré-estabelecidas, fazendo com que o trabalhador não efetue as pausas necessárias para que o corpo se reestabeleça, como ir ao banheiro ou beber água por exemplo. Isso também pode gerar infecções e outras complicações no sistema urinário.

 

Porém, o maior índice de afastamento são de fato os problemas psicológicos.

 

Além do estresse do dia a dia, os trabalhadores sofrem de ansiedade, depressão, síndrome do pânico, irritação, doenças cardíacas, alergias, gripes, dores de estômago, dores de cabeça, anemias, aumento da pressão arterial, e até mesmo assédio moral.

 

Isso tudo devido a pressão para atingir a satisfação total dos clientes.

 

Algumas soluções precisam ser adotadas pelas empresas para mudar essa realidade. Treinamentos motivacionais são ótimos investimentos, pois fazem com que as pessoas se conheçam melhor, conheçam suas emoções, sentimentos e conheçam também pessoas que passam pelos mesmos problemas.

A implantação de equipamentos posturais adequados, realização de rodízios e ginásticas laborais são sempre recomendados.

A readequação dos procedimentos internos também podem ser revistos. Deixar claro para o trabalhador que existe um suporte em que ele possa recorrer.

O ambiente de trabalho deve ser agradável, com a participação conjunta de todos os níveis hierárquicos.

 

Na sua empresa existem trabalhadores que sofrem com estes problemas?

Os profissionais da área de saúde e segurança devem se manter atentos.

 

Gostaria de saber mais sobre o assunto? Acesse a página do CICLO SEG de Desenvolvimento Pessoal e Profissional.

Tenho certeza que você irá adquirir ainda mais conhecimento por lá!

Ciclo SEG de Desenvolvimento Pessoal e Profissional

1
Olá, como podemos te ajudar?
Powered by